quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

A Ofélia de Shakespeare...

...afinal mora cá em casa!



Ora bem, do início...

Depois de 15 anos, finalmente fui assistir à peça "As Obras Completas de William Shakespeare em 97 minutos" no passado sábado. Ponto um: 97 minutos...com prolongamento. Ponto dois: texto dramático absolutamente genial. Ponto três: jovens atores à altura do desafio. Ponto quatro: demorei demasiado tempo para ir assistir.



Pegar nas obras de Shakespeare, misturar tudo numa inteligente salganhada, com comédia do início ao fim, ter atores que corram esta maratona e sempre em interação com o público... Brilhante! Adorei e recomendo!




Agora, o momento (tendenciosamente) alto da noite...

No meio de tanta interação, procurou-se a Ofélia no meio da plateia e eis que me levaram a estrela cá de casa! Pois é... agora percebo por que é que a minha pequena loira tem queda para o teatro (salvo os genes que têm a sua parte de culpa na coisa). Afinal, procriei a Ofélia de Hamlet!!!
E lá foi ela, quase a ter um badagaio, mas sem vacilar, para o palco do Tivoli; deu o ar da sua graça como Ofélia, numa pequena encenação alucinante, e ainda mandou um sorriso para a foto da posteridade com os atores. Quanto mais não seja, esta experiência já ninguém lha tira...



Para finalizar...

De vez em quando, não custa assim tanto na carteira (há bilhetes a 10€) e faz muito bem ao cérebro e à alma. Por isso, toca a mexer o rabinho e andor para o teatro, gente!

A minha Ofélia com os atores Tiago Aldeia, André Nunes e Telmo Ramalho
Vale MUITO a pena!

Ficha Técnica

AutoriaAdam Long, Daniel Singer, Jess Borgeson | EncenaçãoJuvenal Garcês | AtoresAndré Nunes, Tiago Aldeia, Telmo Ramalho | Cenografia e FigurinosLuciano Cavaco


Post sem contrapartida publicitária, suportado apenas pela minha real gana (e pelo real gosto teatral).

1 comentário:

  1. Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...